Cafés interessantes pelo mundo

Cafés interessantes pelo mundo

27 de março de 2019 0 Por Kenia Fiuza

Cafeterias e Cafés interessantes pelo mundo que você deveria conhecer:


Você tem alguma mania de viagem? Nós temos várias e, dentre elas, uma das nossas favoritas é conhecer cafeterias ou cafés que tenham alguma história diferente. Confira a seleção do Conexão Família de cafés interessantes pelo mundo!

Café Tortoni

Apesar de ser uma verdadeira lenda portenha, as origens do Café Tortoni, o mais antigo da América do Sul, são pouco conhecidas. Em resumo, um imigrante francês de sobrenome Touani foi quem iniciou a história do café, em 1858. Posteriormente, foi vendido para outro francês, Don Celestino Curutchet.

O local ganhou fama mesmo foi a partir de 1926, quando um grupo de poetas, músicos, artistas e jornalistas teve permissão de Don Celestino para usar a adega do café como sede do “La Peña” (espécie de confraria desses artistas). Astuto, Don Celestino afirmava: ” artistas gastam pouco, mas dão brilho e fama ao café. Com uma decoração típica da época, o local é recheado com fotos, estátuas e quadros que remetem à sua história e ao tango. Aconchegante e com uma variedade de comidas e bebidas para todo gosto, costuma ficar bastante cheio.

Não deixe de visitar

Aberto diariamente de 09:00 hs á 01:00 h, certamente é uma boa opção para um lanche para quem está turistando por ali. Além disso, há 2 apresentações de tango ( normalmente ás 20:00 hs e 22:00 hs confira aqui.).

Endereço: Av. de Maio, 825 – Buenos Aires


Nossa dica: comece seu dia com um café da manhã no Café Tortoni. Por ser o horário de menor movimento é mais tranquilo de visitar. Assim,você terá mais tranquilidade para curtir o local, sem filas nem atendimento a desejar.


Confiteria Torres:

A segunda mais antiga da América do Sul, localiza-se bem no centro de Santiago, próximo ao Palácio de La Moneda. Ocupa  um belo prédio, originalmente construído para ser o palácio da família Iñiguez, em 1879. Conta-se que uma família da aristocracia chilena tinha um mordomo chamado José DomingoTorres. Ele era frequentemente solicitado pelas donas de casa amigas da família para ajudar em seus jantares e recepções portanto, sua fama se espalhou. Com isso, família resolveu abrir seu próprio negócio. Dessa forma nasceu a Confiteria Torres.

Por lá passaram várias pessoas famosas e políticos, tanto que alguns pratos têm seus nomes em homenagem a essas personalidades. O mais famoso deles é o Barros Luco, ex presidente chileno que apreciava o pão com queijo e carne prensado. Sem dúvida, foi esse que experimentamos! Confira aqui como foi nossa viagem a Santiago.

O interior da cafeteria não impressione tanto quanto sua fachada mas, mesmo assim, vale a visita. Além da tradicional, há uma filial dentro do Centro Cultural La Moneda e outra na Av. Isidora Goyenecha, caso você não faça questão conhecer a original, mas ficou curioso para experimentar um Barros Luco.

Endereço: Av. Libertador Bernardo O’Higgins, 1570 – Centro.

Confeitaria Colombo:

Uma visita ao centro do Rio de Janeiro só está completa se você der uma passadinha na tradicional Confeitaria Colombo. Fundada em 1894, mantém a decoração suntuosa da época de sua fundação.

Reduto de escritores e intelectuais da época, por ali costumavam passar Olavo Billac , Chiquinha Gonzaga, Heitor Vila-Lobos, entre outros.

Nossa dica: as filas costumam ser grandes nos horários de pico e a qualidade do serviço acaba caindo portanto, vá pela manhã.

Endereço: Rua Gonçalves Dias, 32 – Centro – Rio de Janeiro


Café e Restaurante Martinho da Arcada:

Com importância notável na vida cultural e social de Lisboa ,é o café mais antigo da cidade ( 1829). Além disso, há outro motivo para visitá-lo: era ali que o poeta Fernando Pessoa fazia muitas de suas refeições. No fim da tarde, ele sentava-se sempre na mesma mesa e escrevia seus pensamentos do dia.

O café fica na Praça do Comércio e mantém a mesa preferida do poeta com objetos e fotos da época. Outros nomes importantes que por ali passaram são homenageados em suas mesas habituais. Dentre eles destacam-se: Eduardo Lourenço, José Saramago e Júlio Pomar. Dessa forma, o Café tornou-se não só mais um ponto turístico: é cheio de poesia também.

Endereço: Praça do Comércio,3 – Lisboa

Café A Brasileira:

Um café emblemático no Largo do Chiado, Lisboa. Na época de sua fundação, 1905, era lá que se vendia o genuíno café brasileiro. Por ser seu proprietário, Adriano Soares, muito ligado a artes , o local atraía muitos artistas, intelectuais, músicos e poetas. Assim, o café se transformou em ponto de encontro, tertúlias e exposições.

Devido sua importância cultural, tornou-se um ponto turístico em Lisboa. Ainda que tenham passados anos, mantém a mesma decoração e estilo desde sua fundação. Além disso, a estátua de Fernando Pessoa, um de seus ilustres frequentadores, atrai muitos turistas ao local.

Endereço: Rua Garret, 122 – Largo do Chiado – Lisboa

Starbucks Coffee

A rede de café mundialmente conhecida ainda mantém sua primeira loja funcionando no mesmo local desde 1971. Devido sua importância histórica, as mesmas característica da época de sua inauguração são preservadas.

Localizada no Pike Place, é fácil de ser identificada:haverá uma enorme fila na porta. Mesmo que você não aprecie café, vale a visita à pequena e estreita loja que acabou se tornando um ponto turístico de Seattle. Veja aqui como foi nossa visita a Seattle.

Endereço: 1912, Pike Place Market, Seattle.

The Grand Café

Vai a Oxford? Então não deixe de dar uma passada no The Grande Café, a primeira casa de café da Inglaterra. Inaugurada em 1650, passou por vários donos e empresas mudando também de local. Ainda que você não queira fazer um lanche, vale a pena conhecer. Leia aqui como foi nossa viagem para Oxford.

Endereço:  84 The High Street, Oxford, OX1 4BG