Última atualização:

OXFORD: BATE E VOLTA A PARTIR DE LONDRES

Categorias Europa, Viagens em família

Um bate e  volta imperdível a partir de Londres é  Oxford. Fundada em 1542, essa linda cidade de arquitetura gótica e ruas de pedra é famosa por abrigar a mundialmente conhecida Universidade de Oxford, a mais antiga do mundo (na língua inglesa) e seus colleges.

Partimos de Londres num sábado pela manhã e retornamos no final do dia. É um pouco cansativo mas, caso você não tenha possibilidade de hospedar-se na cidade, com as dicas abaixo você conhecerá o essencial da cidade. Claro que se você puder pernoitar é o ideal para curtir tudo com mais calma.

UM DIA EM OXFORD PARTINDO DE LONDRES.

Pegamos o primeiro trem  para Oxford, na estação Paddington (aproveite para ver a estátua do ursinho do filme Paddington) e, após uma hora estávamos desembarcando em Oxford, onde já pegamos o mapa da cidade. As atrações que nos interessavam visitar ficam bem próximas uma das outras portanto, resolvemos explorar  tudo à pé.

Começamos com uma caminhada de uns 20 minutos da estação até ao centro da cidade que é onde se encontra a Carfax Tower. O local é oficialmente conhecido como St. Martin’s Tower e trata-se das ruínas de uma antiga igreja do séc. XII. O nome Carfax refere-se à sua posição geográfica e tem origem no francês e no latim e significa cruzamento de vias. É possível subir até seu topo (99 degraus de uma escadinha em espiral) e ter a segunda melhor vista da cidade. Observe que nenhum prédio é mais alto que o Carfax. Uma lei proíbe que as construções ultrapassema altura  da Carfax Tower. Nós optamos por observar Oxford do alto da University Church of St. Mary the Virgin.

 

 

carfaxtower

 

  • Endereço: Queen St, Oxford OX1 1ET, UK

  • Horários: diariamente de abril a outubro 10h às 17h30 (16h30 em outubro) / de novembro a março de 10h às 15h (16h em março)

  • Entrada: £3.00

Continuamos andando até o Covered Market, o  mercado local num pequeno prédio com aproximadamente 40 lojas. Para quem, como nós, gosta de explorar a gastronomia e economia local, é uma boa pedida. Demos apenas uma pequena volta nele afinal, o dia estava apenas começando.

 

Nos dirigimos até o Christ Church College, o mais tradicional dentre os colleges da Universidade de Oxford. Além de toda tradição histórica do local ( por ali passaram 13 primeiro-ministros britânicos) , é uma visita imperdível para os fãs de Harry Potter: algumas das cenas de seus filmes foram inspirados ali. E é bem fácil reconhecer esses lugares. O mais requisitado deles é o Great Hall, onde a comunidade acadêmica se reúne diariamente para fazer suas refeições ( normalmente fica fechado entre 12h e 14h que é o horário de almoço dos alunos). Ele inspirou o refeitório do filme de Harry Potter. Quando você chega lá, a sensação é de que se está no cenário do filme.

Além disso, o hall da escadaria da Clausura é mostrado também no filme de Harry Potter quando o Prof. McGonagall dá as boas vindas a Harry e demais alunos.

Outra grande obra que tem inspiração na arquitetura e no estilo de vida da Christ Church é o clássico Alice no País das Maravilhas. Charles Dodgson – que adotou o pseudônimo de Lewis Carroll- estudou, lecionou e viveu na Christ Church por 47 anos. A filha do reitor da Christ Church, Alice Liddell, foi a fonte inspiradora dessa obra e, no dinnig hall, você poderá notar várias conexões com o conto.

No dia de nossa visita, o chefe do Custodial team estava no Great hall e ele é brasileiro ( mineiro, por coincidência rsrs). Ele foi explicando para as meninas todos os detalhes do Great hall : no alto da parede esquerda, o quinto vitral ( contando a partir da entrada do salão) mostra o rosto de Alice e, logo abaixo, alguns personagens do conto, como o coelho com o relógio. Além disso, na grade que fica em frente à lareira, há figuras com longos pescoços que remetem à passagem do livro em que Alice fica com o pescoço comprido.

Além do Great Hall, é possível visitar a catedral e, pagando  uma taxa adicional, a Picture Gallery, uma pequena galeria com pinturas e esculturas e algumas exposições temporárias.

  • Endereço: Queen St, Oxford OX1 1ET, UK

  • Horários:

    • Hall + Catedral: variam bastante ao longo do ano. Consulte aqui.

    • Picture Gallery: confira os horários no site

  • Valores: 

    • ingresso de Hall + Catedral: entre £8 e £10 (variam conforme a época do ano)

    • Picture Gallery: £4

Finalizando a visita a Christ Church, resolvemos fazer um lanche e escolhemos The Grand Café por um motivo muito simples: trata-se da casa de café mais antiga da Inglaterra! E o menu não poderia ser outro, o tradicional afternoon tea acompanhado dos deliciosos scones (espécie de pão doce) com geleia e creme e alguns mini sanduíches.

  • Endereço:  84 The High Street, Oxford, OX1 4BG

Continuamos a explorar a cidade e caminhamos em direção a University Church of St. Mary the Virgin, a principal igreja da cidade e de onde se tem uma linda vista de Oxford. Após 124 degraus, você estará no terraço da igreja que é bem apertadinho e tem lotação máxima por isso, tivemos que aguardar alguns minutos antes de subir. Realmente a vista é linda e vale a subida.

  • Endereço: High St, Oxford OX1 4BJ, UK

  • Horários: 

    • Igreja: de setembro a junho: 9h às 17h / de julho a agosto: 9h às 18h

    • Torre:

      • de setembro a junho: de segunda a sábado, 9h30 às 17h / domingo de 11h30 às 17h

      • de julho a agosto: de segunda a sábado, 9h30 às 18h / domingo de 11h30 às 18h

  • Entrada: gratuita para a igreja / £4 para a subir a torre

Logo em frente, está a Radcliffe Camara, um belo prédio arredondado que foi construído entre 1731 e 1749. Construída inicialmente para ser a biblioteca científica de Radicliffe, um grande médico da época, atualmente é um anexo da Biblioteca Bodleain com mais de 600.000 exemplares. É possível fazer um tour em seu interior, mas nós não fizemos porque queríamos andar mais pela cidade.

Em seguida passamos pela Ponte dos Suspiros , um dos pontos mais fotografados da cidade. Construída por volta de 1914,  a ligação entre as duas partes do Hertford Colllege, foi planejada por Sir Thomas Jackson, o mesmo que projetou o Trinity College. A Hertford Bridge ficou popularmente conhecida como Ponte dos Suspiros pela sua semelhança com a ponte de mesmo nome em Veneza, Itália.

img_0542
E não é que lembra a Ponte dos Suspiros de Veneza?

Um pouco mais à frente estão o Trinity College, que também pode ser visitado, e o Museu de História Natural, o qual demos prioridade por causa das crianças. Com entrada gratuita tem como destaque sua exposição de esqueletos de dinossauros, diversas informações sobre eles e até uma pegada ( em tamanho natural) nos jardins do museu. Dá pra passar horas por ali visitando seu vasto arquivo que se divide em três principais áreas: paleontologia, vida (zoologia e entomologia) e vários arquivos.

Não deixe de pegar o mapa do museu na entrada e também papéis e canetas para as crianças rabiscarem e fazerem desenhos. Há também trilhas para pré definidas pelo museu para diferentes idades. É um museu muito bonito e completo e vale a pena a visita.

  • Endereço: South Parks Road, Oxford OX1 3PP, UK

  • Horários: de terça a domingo de 10h às 16h30 / segundas-feiras de 12h às 16h30

  • Entrada: gratuita

Como já estava no fim do dia e quase na hora de pegarmos o trem de volta para Londres, nos encaminhamos para a estação mas antes, demos uma paradinha no restaurante brasileiro que fica exatamente ao lado da Carfax para um jantar com arroz, vinagrete,picanha e guaraná! Tem jeito melhor de terminar um passeio? Cheers!!

img_7890
A bandeira é do Restaurante Brasileiro, bem ao lado da Carfax tower

4 ideias sobre “OXFORD: BATE E VOLTA A PARTIR DE LONDRES

  1. Adorei seu site! Parabéns! Muito esclarecedor e útil a quem se propõe a fazer viagens em busca de cultura e conhecimento! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👍🏻👏🏻

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *